TORNEIO INTERNACIONAL DO GRUPO DESPORTIVO DE ALFARIM

XVI Torneio de Futebol Infantil | Alfarim Páscoa 2014

O MAIOR TORNEIO DA REGIÃO DE SETÚBAL

O Grupo Desportivo de Alfarim, em parceria com a Junta de Freguesia do Castelo, organiza nos dias 18 e 19 de Abril, a 16ª edição do Torneio de Futebol Infantil «Páscoa 2014», nos escalões de Benjamins (U11) Infantis (U13).

Resultados dos Jogos:
sexta-feira, 18 de Abril 2014:
U11 (09:15) | GD Alfarim vs. Janitas Torres Vedras, 4-1
U11 (09:50) | CD Cova da Piedade vs. UF Comércio Indústria, 3-0
U11 (10:25) | Janitas Torres Vedras vs. SC Beira-Mar, 0-0
U11 (11:00) | UF Comércio Indústria vs. CP Flecha Negra (ESP), 1-2
U11 (11:35) | SC Beira-Mar vs. GD Alfarim, 2-5
U11 (12:10) | CP Flecha Negra (ESP) vs. CD Cova da Piedade, 3-0

U13 (14:00) | GD Alfarim vs. Extremadura Central (ESP), 0-5
U13 (14:50) | GD Pescadores vs. Janitas Torres Vedras, 3-1
U13 (15:40) | Extremadura Central (ESP) vs. NRD Ídolos da Praça, 1-1
U13 (16:30) | Janitas Torres Vedras vs. AC Arrentela, 1-5
U13 (17:20) | NRD Ídolos da Praça vs. GD Alfarim, 3-1
U13 (18:10) | AC Arrentela vs. GD Pescadores, 3-0

Os jogos finais terão lugar amanhã,  sábado, 19 de Abril 2014.
Benjamins (U11) da parte da manhã Infantis (U13) da parte da tarde.

U11 (09:15) | Janitas Torres Vedras vs. UF Comércio Indústria
U11 (10:15) | SC Beira-Mar vs. CD Cova da Piedade
U11 (11:15) | GD Alfarim vs. CP Flecha Negra (ESP)

U13 (14:15) | GD Alfarim vs. Janitas Torres Vedras
U13 (15:30) | NRD Ídolos da Praça vs. GD Pescadores
U13 (16:45) | Extremadura Central (ESP) vs. AC Arrentela

Informações adicionais em http://alfarim.no.sapo.pt/pascoa_2014/pascoa14.html

Ler mais

TÉNIS - PORTUGAL OPEN 2014



Dia 26 de Abril de 2014 tem início o Portugal Open ATP 250. Muito se especulou sobre a realização do torneio mais importante do ténis português, marca de referência no panorama desportivo nacional.
Na edição deste ano, o destaque vai para João Sousa, 42º do ranking ATP. Stanislas Wawrinka (Suiça) numero três do mundo, e o numero doze Milos Raonic (Canadá), são os tenistas mais bem classificados no ranking ATP.
No feminino, Roberta Vinci (Itália) 14ª do ranking WTA, e a espanhola Carla Suarez Navarro, são as grandes favoritas à vitória final.
As finais do Portugal Open serão disputadas dia 4 de Maio de 2014.

Rui Cardoso



Ler mais

AMORA VENCE A FINAL DA TAÇA DA AF SETÚBAL

Hoje, no Estádio Vila Amália, em Sesimbra, realizou-se a final da Taça da Associação de Futebol de Setúbal, entre a União Banheirense (Moita) e o Amora FC ( Seixal). 
Um jogo bem disputado, com garra por parte das duas equipas, ambas com a vontade de conquistar o troféu.
Ao intervalo o resultado estava a zeros. No segundo tempo o Amora marcou o único golo da partida, (Carlitos) vencendo o União Banheirense (0-1).

A equipa do União Banheirense com esta sua presença na final da Taça da Associação de Futebol de Setúbal escreveu uma página na história do clube, sendo esta a sua primeira presença numa final.
Foram millhares de banheirenses que acompanharam a equipa, numa festa que começou com um pic-nic pela manhã e prolongou-se até ao Estádio Vila Amália.
Pelo que apurámos, o Amora foi uma equipa lutadora que soube controlar o jogo e evitar, após o seu golo, impedindo o União Banheirense de concretizar o seu desejo de conquistar o troféu.
Ler mais

ALFARIM COM TORNEIO INTERNACIONAL

Torneio para Benjamins e Infantis

Equipas espanholas são a grande novidade

O Grupo Desportivo de Alfarim, em parceria com a Junta de Freguesia do Castelo, organiza nos 18 e 19 de Abril, a 16.ª edição do Torneio de Futebol Infantil «Páscoa 2014», nos escalões de Benjamins (U11) e Infantis (U13), que este ano conta com a participação de duas equipas espanholas .


Calendário de Jogos:

Sexta-feira, 18 de Abril 2014:
U11 (09:15) | Alfarim - Janitas (Torres Vedras)
U11 (09:50) | Cova da Piedade - Comércio Indústria
U11 (10:25) | Janitas (Torres Vedras) - SC Beira-Mar
U11 (11:00) | Comércio Indústria - Flecha Negra (ESP)
U11 (11:35) | Beira-Mar - Alfarim
U11 (12:10) | Flecha Negra (ESP) - Cova da Piedade

U13 (14:00) | Alfarim - Extremadura Central (ESP)
U13 (14:50) | Pescadores - Janitas (Torres Vedras)
U13 (15:40) | Extremadura Central (ESP) - Ídolos da Praça
U13 (16:30) | Janitas (Torres Vedras) - Arrentela
U13 (17:20) | Ídolos da Praça - Alfarim
U13 (18:10) | Arrentela - Pescadores

Os jogos finais terão lugar no sábado, 19 de Abril 2014.
Benjamins (U11) da parte da manhã e Infantis (U13) da parte da tarde.
Ler mais

LUSO FC ASSEMBLEIA GERAL

 Assembleia Geral do Luso Futebol Clube a realizar-se no próximo dia 2 de Maio de 2014. 
 

Ler mais

HOJE É DIA DA TAÇA DA ASSOCIAÇÃO FUTEBOL SETÚBAL


O ÁRBITRO, JOSÉ PALMA VAI DIRIGIR A FINAL QUE SE REALIZA ESTA SEXTA FEIRA EM SESIMBRA

O árbitro Jose Palma e a sua equipa os árbitros assistentes, Pedro Pedrosa e Fábio Duque

O Estádio Vila Amália, em Sesimbra, vai ser o palco da final da Taça "A.F.S" (Associação de Futebol de Setúbal), a ter lugar esta sexta feira dia 18, pelas  15,30 horas, entre a União Banheirense e o Amora F.C..
Nas meias finais da prova o União Banheirense derrotou o Almada por 1-0, enquanto na outra meia final o Amora derrotou o Alcochetense, por 2-1.
Para esta final foi nomeado o árbitro setubalense, José Palma que vai ter como assistentes os árbitros Fábio Duque, de Setúbal e João Lourenço, do Núcleo de Pinhal Novo. O quarto árbitro é Sérgio Lobo, do Núcleo de árbitros de Almada e Seixal.
De referia que na época 2012/2013 o vencedor da Taça "AFS" foi o O Grandolense que na final derrotou o Clube Desportivo da Cova da Piedade por,3-2 em  jogo realizada no Estádio do Vitória de Setúbal.

"Estou grato pelo voto de confiança do Conselho de Arbitragem, na minha equipa"
Disse-nos o árbitro José Palma

José Palma 41 anos, analista de laboratório profissão na empresa Portucel. Tirou o curso em 1990. Iniciou-se  como arbitro assistente do árbitro Carlos Silva nos  quadros nacionais. Após alguns anos mais tarde o juiz setubalense,formou equipa onde consegui chegar á 2ª divisão nacional. Neste momento é árbitro distrital do quadro C3 manutenção, e tudor de árbitros distritais e coordenador da parte técnica do núcleo de Setúbal.
Em relação á final  que vai dirigir , José Palma , disse-nos:
 "Quanto ao jogo de sexta feira a final, estou muito grato pelo voto de confiança do conselho de arbitragem, a minha equipa com certeza vai dar o seu melhor para valorizar arbitragem distrital e também para o futebol distrital onde também somos parte ativa" . José Palma desejou que o respetivo jogo seja disputado num clima de festa e dentro do maior fair-play.

Também nós desejamos e fazemos votos que seja uma grande final e que prevaleça o desportivismo.

Ler mais

ATLETISMO - XV MILHA RIBEIRINHA DA BAIXA DA BANHEIRA

Atletismo –Disputou-se na Baixa da Banheira
“ Clube Desportivo Recreativo Ribeirinho vence Milha Ribeirinha”

O Clube Desportivo Recreativo Ribeirinho venceu colectivamente a XV Milha Ribeirinha da Baixa da Banheira, somando 232 pontos. A vantagem da equipa banheirense sobre o Grupo Desportivo Popular do Chão Duro, que se classificou em segundo lugar foi de 97 pontos(135), com o Centro de Atletismo da Baixa da Banheira a terminar em terceiro lugar com 99 pontos. Esta prova, pontuável para o Torneio das Colectividades do Concelho da Moita em Atletismo – AtletisMoita, foi organizada pelo Centro de Atletismo da Baixa da Banheira, com os apoios da Câmara Municipal da Moita e União Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira. Os vencedores individuais por escalão foram os seguintes: Benjamins - Catarina Torres (EAFMNMLA) e Álvaro Vilanova (EAFMNMLA); Infantis – Bárbara Beijinha (CABB)  Miguel Antunes (GDPCD); Iniciados – Débora Mendes (CABB) e Rafael Marçalo (CABB); Juvenis – Catarina Anastácio (EAFMNMLA) e David Fortes (CAAM); Juniores – Jessica Fernandes (GDPCD) e Filipe Rebelo ( CPPEAtle);Seniores – Marco Tavares (CDRR) e Inês Almeida ( GRQL); Veteranos Femininas – Isabel Maldonado (GRQL); Veteranos Masculinos 1 – Miguel Sobral(GDIND); Vet.2 – Miguel Saias (CDRR); Vet.3 – Rui Baltazar (CDRR); Vet.4 – António Antunes (CDRR); Vet.5–António Estevens (CDRR) e Vet.6 – António Saraiva (CDRR). Paralelamente a esta prova, decorreu a Caminhada Solidária da Associação NÓS, a qual registou uma grande adesão popular.

João Fernandes




Ler mais

FUTEBOL FORMAÇÃO - ESTRELA SANTO ANDRÉ VENCE COMPLEMENTAR INFANTIS

Futebol Formação – Torneio Complementar de Infantis A
“Estrela de Santo André sagra-se campeão da série D a três jornadas do fim”

A Associação de Cultura Recreio e Desporto Estrela Santo André, sagrou-se campeão da série D, do torneio complementar de Infantis A da AF de Setúbal. Um feito para a jovem equipa do clube do litoral alentejano, que ainda com três jornadas para disputar, detém uma vantagem de 12 pontos sobre o 2º classificado Alcacerense. Em 11 jornadas o Estrela Santo André treinado pelo conhecido Cadú Cafas (jogador do União Sport no activo) conquistou 10 vitórias e um empate, com um score de 37 golos marcados e apenas 5 sofridos. Com mais este título, o Estrela Santo André somou o 3º título em três anos consecutivos. O bom trabalho desenvolvido por atletas, técnicos e dirigentes, com o imprescindível apoio dos pais e encarregados de educação, a dar frutos no futebol de formação do clube de Vila Nova de Santo André.


João Fernandes
Ler mais

FUTEBOL - FINAL DA TAÇA AF DE SETÚBAL

Futebol- Final da Taça AF de Setúbal 2013/2014 no Vila Amália em Sesimbra
“ Paulo Dias presidente da UDC Banheirense acredita na conquista do Troféu”

União Desportiva Cultural  Banheirense e Amora Futebol Clube, vão lutar pela conquista da Taça AF de Setúbal 2013/2014, que terá lugar esta sexta-feira, dia 18 de Abril 2014, às 15:30 horas, no Campo Vila Amália em Sesimbra. A equipa da Vila da Baixa da Banheira quer fazer história e trazer para o concelho da Moita o prestigiado troféu em disputa. Um momento ímpar na vida do clube Banheirense ao qual Paulo Dias, presidente da direcção nos dá conta:

O que significa para a UDC Banheirense esta presença na final da Taça AF de Setúbal 2013/2014?

Paulo Dias – Estar na final da taça é um prémio e um louvor ao trabalho realizado pela direcção ao longo destes dois anos em que tem revitalizado o nosso Clube. Mas acima de tudo, um prémio, louvor, agradecimento e um reconhecimento público de todos nós associados, banheirenses, amigos e directores, ao excelente e árduo trabalho que a nossa equipa técnica tem realizado com estes jogadores fenomenais, pois a época transacta fomos a equipa sensação na 2ª distrital, e este ano somos de novo a equipa sensação da 1ª divisão distrital, em que estamos em sexto lugar no campeonato e na final da taça. E tudo isto, sem as condições e receitas que os nossos adversários têm, para além de ser-mos a única equipa da 1ª distrital, que todos sem excepção (técnicos e jogadores) pagam para praticar uma modalidade que adoram.

Como está a ser vivido este momento que antecede a final da Taça?

Este momento está a ser vivido com uma euforia que à muito não existia no nosso Clube e na Baixa da Banheira, pois o futebol federado esteve arredado de todos nós durante muitos anos e quando regressámos muitos não acreditavam neste projecto, inclusivé muitos sócios e banheirenses que diziam que iríamos ser os bobos da festa. Esta é a resposta a quem não acreditou no trabalho de todos nós.

As finais jogam-se para ganhar?

Os nossos objectivos para esta final é ganhar, é a atitude que a nossa equipa técnica e jogadores levam no pensamento quando entram em campo. Sabemos que não vai ser fácil, mas também sei que a nossa equipa se vai transcender e procurar oferecer a todos os Banheirenses e principalmente a eles próprios, um prémio mais que merecido pela excelente época que têm realizado. Se a vitória não nos sorrir, quero aqui deixar uma mensagem a toda a equipa: quer vençam ou percam, que são uns autênticos Campeões. Agradecer-lhes o que têm feito pelo nosso Clube, e que também ficarão para sempre na sua história. Mas este cenário não acredito que aconteça, porque acredito, confio, admiro e conheço toda a nossa equipa, e que iremos saír de Sesimbra com um troféu e título que a nossa Vila e Concelho não têm na sua vitrine.

Que mensagem quer deixar aos sócios, simpatizantes e público em geral?

A mensagem que deixo, é que continuem a acreditar em todos nós (Direcção, Técnicos e Jogadores), que nos ajudem e apoiem nos projectosem curso no nosso Clube, mas acima de tudo, que se desloquem a Sesimbra nsta sexta-feira Santa, para Apoiar os nossos heróis e que no final cantemos Vitória!


João Fernandes
Ler mais

COVA DA PIEDADE 2 PORTIMONENSE 2

Empate premeia a labor das duas equipas
CLUBE DESPORTIVO DA COVA DA PIEDADE,2- PORTIMONENSE,2
 Piedenses,apesar do empate  caminha para a permanência no nacional
Os capitães de ambas as formações com o trio de arbitragem liderado por Miguel Silva da AF Lisboa.
A equipa de juvenis do Cova da Piedade que se encontra no segundo lugar do respetivo nacional, entrou praticamente a perder, com um golo madrugador de Tomás Seca, na conversão de uma grande penalidade. Em vantagem no marcador a equipa algarvia à passagem do sexto minuto poderia ter aumentado a vantagem, mas Ruben sobre a linha de golo evitou o segundo golo dos algarvios.
Passos os minutos iniciais a equipa piedense recompôs-se e começou ela também a acercar-se do último reduto algarvio e aos 16 minutos, chegou ao golo, através de Ruca. Até ao intervalo o jogo foi repartido e o empate justificava-se plenamente.
Na segunda parte e decorrido que estava cinco minutos os algarvios chegam ao segundo golo, novamente Tomás Seca a dar vantagem à sua equipa. O técnico Ricardo Silva, reagiu de pronto e procedeu a duas alterações no esquema tático da equipa fazendo entrar Tiago Lopes e Tiago Pereira, alterações essas que vieram a dar mais profundidade ao ataque da equipa visitada, que aos 63 minutos reclamaram uma grande penalidade, por falta de um defensor algarvio sobre o dianteiro piedense, o certo que o árbitro em cima do lance, nada assinalou.
Com o aproximar-se do final da partida a equipa piedense, não conseguia materializar em golos o seus ascendente sobre a turma do Algarve, mas o labor e empenho dos atletas piedense veio a ser premiado com um excelente golo de Tiago.

O empate acaba por premiar o labor das duas equipas, embora na segunda parte a equipa da Cova da Piedade tivesse desfrutado das melhores oportunidades de golo.
O trabalho do trio de arbitragem esteve num nível aceitável, embora tivéssemos ficado na dúvida do lance em que os jogadores da turma da casa, reclamaram uma grande penalidade: O certo é que o árbitro perto do lance nada assinalou.



Partido disputado no Estádio Municipal “José Martins Vieira” na Cova da Piedade. Ao intervalo:1-1.
A partida foi dirigida pelo árbitro, Miguel Silva que teve como árbitros auxiliares, José Costa e Vítor Gomes. AF.Lisboa
Cova da Piedade: Ruben, Carlos Xavier (Tiago Lopes, aos 50’),João Aiveca, Francisco Ferreira”Kiko” e Ruben (Tiago Lopes”flecha”;Francisco Ferreira”Fran”,Hugo Oliveira,Juninho e Vasco Ramalho (Tiago Pereira, aos 50’); Tiago Machado (cap.) e Ruca.
Suplentes não utilizados: Diogo Pereira, Tomás Santos, Alex Varela e João Jorge.
Ação disciplinar: cartão amarelo para Kiko (40’),João Aiveca (67’) e Ruca (87’).
Treinador: Ricardo Silva. Treinador adjunto-Marco André Santos. Prep.fisico-Miguel Fernandes. Massagista- Fernando Pereira.
Com uma excelente segunda parte os piedenses tudo fizeram para ganhar a partida

Portimonense: Miguel Reis; Tiago Camilo (Velkson Junior,aos 75’),Rafael Esteves, Pedro Sapateiro e Daniel Filipe; Carlos Penteado, Tomás Seca, Dario Ricardo (Julian Fraseam,79’); José Maria (Pereira,64’) e Pedro Varela.
Suplentes não utilizados: Fábio Ramos, Duarte e Robim Pires
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Carlos.
Treinador: Mário Leão. Treinador adjunto- Neno.Fisioteurapeta-José Alvaro.Delegado- José Manuel Nobre.
Tiago Pereira e Ruca foram os homens golos dos piedenses, com Juninho aqui a associar-se aos seus colegas.
A marcha do marcador foi a seguinte:
Golos: 0-1, aos 3 minutos por Tomás Seca, na conversão de uma grande penalidade.
1-1, aos 16 minutos por Ruca
1-2, aos 45 minutos por Tomás Seca
2-2, aos 71 minutos por Tiago Pereira.

VITÓRIA DE SETÚBAL LIDERA COM 54 PONTOS SEGUIDO DO COVA DA PIEDADE COM 48 PONTOS
Resultados da 9ª jornada: Fabril,3-Belenenses,2:Cova da Piedade,2-Portimonense,2; Juventude de Évora,0-Vitória de Setúbal,5 e Imortal,4-Louletano,1.


Ler mais

TAÇA DE PORTUGAL - RIO AVE E SLB FINALISTAS



Rio Ave e SL Benfica são os finalista da edição 2013/14 da Taça de Portugal.
Depois do empate no Estádio Axa na primeira mão, a equipa de Nuno Espírito Santo venceu esta noite os arsenalistas por 2-0, com golos de Ukra e Rúben.
Na Luz, o SL Benfica virou a eliminatória. 3-1 foi o resultado de um jogo marcado por alguns casos de arbitragem. Destaque para o terceiro golo dos encarnados apontado por André Gomes.
Esta temporada, vilacondenses e encarnados poderão encontrar-se em duas finais, caso o Benfica vença a meia final da Taça da Liga, em mais um embate entre águias e dragões.
30 anos depois, o Rio Ave volta ao Jamor.

Rui Cardoso
Ler mais

FPF - FUTEBOL FEMININO



Realizou-se esta terça-feira na sede da Federação Portuguesa de Futebol, o sorteio referente à Taça de Promoção de futebol feminino. As equipas estão dividias em sete séries, definidas pelas zonas geográficas, para que os clubes tenham um menor custo nas deslocações. Terminada a poule de apuramento, serão disputadas eliminatórias até ser encontrado o vencedor.


SÉRIE A
1 - ACDR Pico Regalados
2 - “Os Sandinenses” GDRC
3 - Casa Povo Martim

SÉRIE B
1 - ARDC Gondim-Maia
2 - SC Freamunde3 - Boavista FC
4 - União SC Paredes

SÉRIE C
1 - AM Bairro Social Pasteleira
2 - CF Canelas 2010
3 - UD Sousense
4 - Vila Futebol Clube

SÉRIE D


1 - Sport Marítimo Murtoense2 -Mocidade Desportiva Eirolense
3 - Fiães SC
4 - UR Ferreirense

SÉRIE E
1 - Esperança AC
2 - UR Cadima
3 - Seia FC
4 - Lordemão FC

SÉRIE F
1 - AD Bobadelense
 2 - Arsenal 72 Desporto Cultura
3- SG Sacavenense
4 - SU Sintrense

SÉRIE G
1 - CF “Os Belenenses”
2 - CF Feminino Estoril-Praia
3 - Paio Pires FC
4 - Quintajense FC

SISTEMA DA PROVA (1.ª E 2.ª ELIMINATÓRIA)

Série de três clubes:
1.ª eliminatória 
1.º Jogo: 1-2; 2.º Jogo: 2-1; Isento N.º 3

2.ª eliminatória 
Vencedor da 1.ª eliminatória – Isento (N.º3)
Séries de quatro clubes
1.ª eliminatória 
1.º Jogo: 1-2; 3-4; 2.º Jogo: 2-1; 4-3.
2.ª eliminatória 
Vencedor do jogo 1-2 com o vencedor do jogo 3-4

Rui Cardoso
Ler mais

SINTRENSE 2 OPERÁRIO DOS AÇORES 0

Em jogo a contar para a 9ª jornada da série G da fase de manutenção do CNS, o Sintrense a jogar em casa bateu de forma meritória o Operário dos Açores, que á partida para o embate entre ambos os conjuntos estavam em igualdade pontual acima da linha de despromoção com 27 pontos.
Fase de estudo mútuo entre os dois conjuntos nos primeiros 5 minutos do encontro, sendo que aos 6 minutos, Filipe por parte do Sintrense, através de um remate de longe enviásse sem perigo iminente o esférico por cima da barra da baliza do Operário açoreano.
O Sintrense aos poucos foi exercendo ligeiro domínio na partida, com maior percentagem de posse de esférico, e sendo mais ofensivo e perigoso, o Operário limitáva-se por força do domínio do adversário, a tapar os caminhos para a sua baliza, e ia tentando através de transições rápidas, sempre que apanhava o Sintrense balanceado no ataque, sendo que o nº 21 Zaza, pela ala direita era o mais mexido nessas investidas, embora sem efeitos práticos para a baliza do Sintrense.
Aos 15 minutos, o Sintrense podia ter marcado na partida, Herlander em excelente posição no interior da área de rigor do Operário, rematava ao lado da baliza de Botelho.
Aos 23 minutos, Hugo Brall, também tentou a sua sorte, mas o remate saiu ao lado da baliza do guardião açoreano.
Aos 26 minutos o central do Sintrense Wanderson na pequena área da turma insular, cabeceava ao lado da baliza de Botelho.
Até final do 1º tempo, o Sintrense dispôs de 2 cabeceamentos de Wilson, um dos centrais do Sintrense, mas em ambas as ocasiões a bola a levar a trajectória errada.
Ao intervalo, 0-0, e a existir um vencedor no final do 1º tempo, seria sem sombra de dúvida o Sintrense.
Na 2ª parte, o Sintrense entrou muito forte, e logo no minuto inicial, teve ao seu dispor duas excelentes oportunidades flagrantes para marcar; remate de de Herlander a obrigar o guardião Botelho á defesa da tarde, cedendo pontapé de canto, e na sequência desse mesmo canto, o defesa central Wanderson a cabecear mais alto perante os centrais do Operário, com a bola a embater no ferro horizontal da baliza do guardião Botelho.
Ainda nem o Operário dos Açores estava recuperado totalmente do enorme susto no seu último reduto, eis que a formação de Sintra fazia o 1-0, ao minuto 3 da etapa complementar; cruzamento do lado direito do ataque do Sintrense, e o capitão Saramago de cabeça a bater sem hipóteses de defesa para o guardião açoreano.
Tentou depois a turma do Operário reagir á desvantagem, ficando desta forma a ser o conjunto que tinha que assumir as despesas do jogo, maior controle de percentagem de posse do esférico, já estendia mais o seu jogo ofensivo na busca do tento da igualdade, mas no último terço faltava sempre qualquer coisa , algo mais.
O Sintrense a vencer, ia de certa forma gerindo a vantagem no marcador, e assumia peremptóriamente jogo de contra ataque, e mesmo assim continuaria a ser a equipa mais perigosa nessa fase da partida.
Tuck, treinador do Sintrense, e Branquinho, treinador do Operário, faziam substituições durante o 2º tempo.
O Operário a tentar reagir á desvantagem no marcador, finalmente aos 26 minutos do 2º tempo, consegue desequilibrar na área do Sintrense, com o avançado Evandro, a aparecer na linha limite da pequena área descaído para a direita, e bem solicitado por um companheiro a rematar, mas a bola embater num dos defesas do Sintrense, impedindo assim que a bola entrasse na baliza do Sintrense.
O Operário continuou a acreditar que podia empatar o jogo, e aos 34 minutos Evandro de cabeça enviaria o esférico á barra da baliza do guardião do Sintrense, Rafael, na melhor oportunidade da turma dos Açores em todo o jogo em duas criadas de forma iminente de golo.
O Sintrense a defender muito na parte final do encontro, mas como quem não marca , sofre, e já sobre o tempo de compensação extra de 4 minutos, Herlander, apanhando a defesa do Operário em contrapé, fugiu com rapidez pela esquerda do ataque sintrense e ofereceu de bandeja a Emanuel, jogador que entrou durante o 2º tempo, carimbando de forma fácil, empurrando para o fundo das redes fazendo o 2-0, tranquilizando as hostes sintrenses.
Vitória justa do Sintrense, sem qualquer contestação sobre um Operárion muito «soft», em toda a 1ª parte e na fase incial da 2ª parte também.
Arbitragem regular pela positiva de Hélder Quintino, da AF Évora.
Ler mais

CAMPEONATO NACIONAL DE SENIORES-FASE DE PERMANÊNCIA

Excelente exibição da turma piedense


COVA DA PIEDADE,3-ESPERANÇA DE LAGOS,1
Importante o triunfo dos piedenses para a permanência no nacional de seniores

Em tarde primaveril a turma do Cova da Piedade, brindou os seus adeptos com uma excelente exibição, perante um adversário que acabou por ser presa fácil para a turma de Sérgio Boris.
Nos primeiros quinze minutos o domínio da equipa da casa foi bastante notório, mas a pecar na hora da finalização. À passagem dos 18 minutos finalmente o ascendente da equipa da casa veio a ser coroado, com o golo de Jessy.

Em vantagem no marcador a equipa da casa continuou na busca do segundo golo e à passagem dos 25 minutos, mais uma situação flagrante de golo a ser negada pelo guardião Sapateiro. A equipa forasteira só aos 35 minutos fez um único remate digno de registo, por Nuno Alves, com o esférico a roçar o travessão da baliza aguarda de João Marreiros.
A equipa piedense que alinhou nesta partida com dois jogadores dos juniores, Pedras e Rafael, baixou de rendimentos nos últimos minutos da primeira parte, mesmo assim aos 44 minutos o capitão Milton viu o guarda-redes algarvio a negar-lhe o golo, com uma espetacular defesa para canto.

Na segunda parte Sérgio Boris, fez entra Hugo Rosa para o lugar de Rafael, dando assim mais acutilância ao setor ofensivo e logo no primeiro minuto Chiquinho em excelente posição de marcar, rematou com o esférico a passar a centímetros do poste direito da baliza da equipa visitada. Quem não marca sofre e foi o que aconteceu no minuto seguinte com João Viana a alvejar com êxito a baliza de João Marreiros, um excelente golo do avançado algarvio.
O golo dos algarvios, não foi suficiente para travar o maior caudal ofensivo da equipa do Cova da Piedade, qual aos 53 minutos Carlos Carvalho a passe de França, isolou-se entrou na área mas o remate, saiu ao lado. Mas passados pouco minutos finalmente os piedenses voltavam à vantagem, através do médio França que em posição frontal e a cerca de 25 metros rematou forte e colocado sem quaisquer hipóteses de defesa para Sapateiro.

Na equipa piedense Rodrigo destacava-se pela sua fogosidade e num desses lances que protagonizou conseguiu dilatar a vantagem para a sua equipa.
O resultado final, peca por ser pouco expressivo, face ao caudal ofensivo da equipa liderada por Sérgio Boris, que realizou uma excelente partida para grado dos poucos adeptos piedenses que acorreram ao estádio Municipal. Quanto à equipa algarvia, tudo fez para sair da Cova da Piedade, com um resultado pouco expressivo e em parte conseguiu

Em relação ao trabalho do árbitro Rui Mendes, diremos que foi um hino à arbitragem e quando assim é, a arbitragem sai prestigiada.

Partida disputada no Estádio Municipal “José Martins Vieira”, na Cova da Piedade. Ao intervalo: 1-0. Árbitro- Rui Mendes.A.F.Santarém
As equipas alinharam:
Cova da Piedade: João Marreiros; Carlos Carvalho, Ricardo Aires, Pedras e Bulhão; Milton (cap.),Rodrigo,Jessy (Sérginho,aos 80’) e França; Chiquinho (Filipe, aos 87’) e Rafael (Hugo Rosa, aos 46’).
Suplentes não utilizados: Gonçalo, Tiago Meira e Flávio.
Treinador: Sérgio Boris
Ação disciplinar-cartão amarelo para Pedras (90’+2’)

Esperança de Lagos: Fábio Sapateiro;João Paulo,Jorge,Balizas e Adonis;Angelo(Diogo,aos 87’),David Rosa(cap.),Nuno Alves(Tiago Serras,aos 75’) e João Duarte;João Vítor(Rafael,aos 80’) e João Viana.
Suplentes não utilizados: Nelinho.
Treinador- Carlos Eduardinho
Ação Disciplinar: nada a registar

Golos:
1-0,aos 18 minutos lance de ataque, a bola sobrou para Jessy que descaído pelo lado direito do ataque rematou para o poste mais longe da baliza de Sapateiro, inaugurando assim o marcador.

1-1,aos 47 minutos por João Viana que na intermediária do meio campo piedense, rematou forte e colocado, não dando hipóteses de defesa a João Marreiros.

2-1, aos 58 minutos por França que solicitado por um companheiro recebeu o esférico deu dois passos e com remate forte e bem colocado, não deu hipóteses de defesa a Fábio Sapateiro.

3-1, aos  73 minutos, lance envolvente do ataque piedense a bola foi endossada a Rodrigo que de primeira rematou levando o esférico a entrar pelo  canto esquerdo da baliza  da equipa de Lagos.


Ler mais

FIGURA DO FIM DE SEMANA - SÍLVIA SAIOTE


Sílvia Saiote ginasta do Sporting Clube de Portugal,  viveu e concretizou o sonho este fim de semana em Guimarães.
Portugal organizou o 24º Campeonato da Europa de Trampolins, obtendo excelentes resultados individuais e colectivos.
Sílvia Saiote conquistou a medalha de bronze na final de mini-trampolim, foi 12ª classificada na geral individual, realizando a sua melhor marca de sempre, e juntamente com Ana Robalo, Mafalda Prazeres e Ana Pereira, formou o quarteto Campeão da Europa por equipas.
Parabéns campeã

Rui Cardoso
Ler mais

1ª DIVISÃO DISTRITAL DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE SETÚBAL

Almada ascendeu ao quarto lugar,ao vencer  o Paio Pires


FABRIL DO BARREIRO APROVEITOU O EMPATE DO AMORA PARA DISPOR AGORA DE CINCO PONTOS DE AVANÇO
A equipa inical do Almada que defrontou e perdeu com o Desportivo Alfarim e que este domingo venceu o Paio Pires por 2-0

A vigésima segunda jornada do Distrital da 1ª Divisão da Associação de Futebol de Setúbal, foi bastante positiva para o líder Fabril que venceu na Arrentela e veio ainda a beneficiar do empate imposto pelo Grandolense ao Amora, e assim a ficar mais isolado no topo classificativo.
No campo de Jogos do Pragal o Almada regressou às vitórias ao vencer o Paio Pires por 2-0, com golos, com este triunfo a turma comandada pelo prof.Élio Santos, voltou ao quarto lugar em igualdade pontual com a turma de Grândola. Em Alcochete a turma local venceu o Sesimbra, continuando assim na corrida pelo primeiro lugar.

Na Mutela o Beira Mar de Almada levou de vencida a equipa do litoral alentejano, já o Beira Monte de Caparica foi à Baixa da Banheira perder com a formação local. Outra equipa do concelho os Pescadores depois de um longo jejum alcançaram um empate em Palmela, mas mantêm-se no fundo da tabela classificativa e muito dificilmente se vão manter na 1ª divisão Distrital

Resultados da 22ª Jornada: União Banheirense,4-Monte de Caparica,2;Alcochetense,4-Sesimbra,2; Arrentela,1-Fabril do Barreiro,2;Amora,1-Grandolense,1; Palmelense,0-Pescadores,0; Beira Mar de Almada,3- U.Santiago,1; GD Alfarim,1-Comércio Indústria,0 e Almada,2-Paio Pires,0
Classificação

P
J
V
E
D
GM
GS
DG
1
Fabril Barreiro
53
22
17
2
3
40
14
26
2
Amora
48
22
15
3
4
50
19
31
3
Alcochetense
46
22
14
4
4
44
16
28
4
Almada
40
22
10
10
2
30
19
11
5
O Grandolense
40
22
12
4
6
36
26
10
6
União Banheirense
37
22
10
7
5
34
22
12
7
Monte Caparica AC
33
22
9
6
7
31
28
3
8
GD Alfarim
30
22
8
6
8
25
23
2
9
Beira-Mar Almada
30
22
8
6
8
33
33
0
10
U. Santiago
29
22
8
5
9
33
31
2
11
Palmelense
24
22
6
6
10
25
33
-8
12
Comércio e Indústria
23
22
6
5
11
25
33
-8
13
Arrentela
18
22
5
3
14
23
50
-27
14
Sesimbra
17
22
5
2
15
29
52
-23
15
Paio Pires FC
14
22
3
5
14
17
42
-25
16
Pescadores
7
22
1
4
17
17
51
-34
Joaquim candeias
Ler mais